Top



Clube de Robótica da Casa do Povo de Molelos Vencedor absoluto do concurso nacional Robô Bombeiro


O Clube de Robótica da Casa do Povo de Molelos venceu, de uma forma destacada, a 14ª edição do concurso nacional de robótica promovido pelo Instituto Politécnico da Guarda.

Este concurso realizou-se no passado dia 16 de julho, na cidade da Guarda, e contou com a participação de 34 robôs, divididos pelas classes seniores, juniores, e walking.

A equipa da Casa do Povo de Molelos apresentou a concurso um robô com o nome de Caneiro que significa no galramento de Molelos Patrão. Efetivamente o nome não poderia ter sido melhor escolhido já que o robô Caneiro comportou-se como um verdadeiro patrão em toda a prova.

A prova deste concurso consiste na tarefa de detetar e apagar uma vela, que é colocada  aleatoriamente num dos 4 quartos de uma casa simulada por uma arena. O robô terá que ter a capacidade de se orientar dentro da casa e pesquisar cada um dos quatro quartos e aí detetar a vela apagando-a em seguida.

O concurso tem duas provas inicias em que todos participam e uma terceira prova em que participam apenas os robôs que, em pelo menos uma das provas anteriores, tenham conseguido apagar a vela.

Na classe júnior em que o Caneiro participou, apenas 5 das 13 equipas conseguiram chegar à 3º prova, sendo que o Caneiro foi o único a conseguir apagar a vela nas 3 provas.

A classificação destas provas é baseada num sistema de pontos em que vence a equipa que conseguir obter menos pontos. O Caneiro venceu a sua classe totalizando apenas 17,66 pontos, sendo que as equipas que também ficaram no pódio, respetivamente no 2º e 3º lugar, tiveram as pontuações de 643,35 e 693,80. Esta diferença de pontos mostra, de uma forma clara, o superior desempenho do robô Caneiro do Clube de Robótica da Casa do Povo de Molelos.

Embora as provas do escalão dos juniores e dos seniores se realizassem separadamente, as regras para a sua pontuação eram as mesmas. Na prova dos seniores o 1º classificado obteve 99,40 pontos, o 2º obteve 676,40 pontos e o 3º obteve 700,20 pontos. Verifica-se assim que o Caneiro, embora pertencente aos juniores, obteve a melhor pontuação absoluta, ou seja menos pontos, do que o primeiro classificado da classe sénior.

Entre as equipas participantes neste concurso, destacam-se equipas do Instituto Politécnico da Guarda, da Universidade de Aveiro, da Universidade Lusófona, do Instituto Superior de Engenharia do Porto, e do CINEL - Centro de Formação Profissional da Indústria Electrónica, Energia, Telecomunicações e Tecnologias da Informação de Lisboa, para além de diversas escolas secundárias. A excelência destas equipas valoriza ainda mais os resultados obtidos pelo Clube de Robótica da Casa do Povo de Molelos, que participa nesta prova apenas pela 2ª vez, sendo que na primeira participação obteve logo um honroso 2º lugar.

Os jovens campeões deste clube, orientados por Luis Figueiredo, são: João Tiago Ramos Costa, 12 anos, César Marques Morais, 14 anos, Bernardo Miguel Oliveira Arede, 13 anos Tiago Sousa Ribeiro, 14 anos, Miguel Coimbra Marques, 14 anos e Francisco José Lopes Martins, 12 anos.

 

Poderá ser visto um vídeo com a última das provas realizada pelo robô Caneiro no endereço https://www.youtube.com/watch?v=LzJ9ajU3ynI

Uma palavra muito especial aos pais e familiares destes jovens que não só durante o ano letivo deram o seu apoio a esta atividade como no dia da prova estiveram em peso na Guarda a apoiar estes pequenos mas muito grandes Engenheiros, bem como aqueles que por motivos de força maior não puderam estar presentes nesta competição, mas cujo apoio foi sentido por todos.

A CMT apoiou em 2016 a Casa do Povo de Molelos com uma verba única de 250€ que foi integralmente gasta nesta atividade.

O Instituto Politécnico da Guarda tem apoiado o Clube de Robótica da Casa do Povo de Molelos e esta vitória é também uma vitória deste Instituto Politécnico.